domingo, 20 de julho de 2014

“Quando você vive mais o que gostaria de ser do que realmente é, isto é um sinal de que a realidade é brutal demais para ser encarada por uma perspectiva frontal.
Quando o desejo é maior do que se pode alcançar, o momento da percepção pode causar uma frustração intolerável.
Se o passado for marcado por falsas respostas, decida-se: Siga em frente ou o carregue como uma sombra.
A tolerância é relativa ao estado emocional. Somos mais tolerantes de acordo com as emoções no determinado momento da situação.
Por que viver consiste em almejar o que podemos ser dentro das possibilidades e não em maquiar o que gostaríamos de ser com o que realmente somos.
Entenda que a força das palavras está em suas interpretações e o que existe sem respeito não é digno de consideração muito menos seriedade.”     

Nenhum comentário:

Postar um comentário